Protex Sabonetes

♥ Sabonete antibacteriano, vilão ou mocinho?

16:02:00Maria Fernanda Ojea

Hello minhas lindas!!

Só curtindo o feriadinho?? Tudo de bom né?

O post de hoje não ia ser esse, porem coincidência ou não, vi 3 blogueiras falando sobre eles (sabonetes antibacterianos), então resolvi explicar um pouquinho sobre o assunto. Muita gente toma banho com esses sabonetes (não existe só o Protex, tem de outras marcas tambem), lavam o corpo inteiro achando que assim estarão protegidos das bactérias, o que é uma idéia errada. Realmente eles são eficazes no assunto: matar todas as bacterias, mas esse é o problema. Na gente, nos objetos e em todos os lugares existem milhões e milhões de bactérias, de vários tipos, só que o nosso organismo é tão perfeito, que ele próprio começa a criar imunidade contra elas, e assim você fica protegido (é bom o organismo criar os anticorpos, porque isso significa que ele está saudável). Porem se você for lá e tomar banho da cabeça aos pés com um sabonete antibacteriano, ele vai matar todas as bacterias do seu corpo e assim ele ficará mais vulnerável a outros tipos de bacterias, inclusive algumas que seu corpo ainda não criou imunidade (porque a imunidade leva um tempo, não é na hora), aí nessa hora você pode ficar doente, pegar uma alergia, essas coisas. Então nesse caso o sabonete ao invés de se tornar o mocinho ele vira o vilão da história. Mas ele pode ser o mocinho tambem, nesses casos:

♥ Lavar os pincéis de makes (ele é ótimo porque mata todas as bactérias que se encontram neles, e assim não são transferidos para a pele do seu rosto).
♥ Lavar piercings, tattoos (é um bom aliado, já que nessa situação o que não queremos é bacterias para não causar inflamação no furo do piercing ou em uma tattoo recem feita, aí é só lavar a região com ele).
♥ Pós operatórios (depois de uma cirurgia é bom ir lavando o local com esse sabonete pelo os mesmos motivos acima).
♥ Pele do rosto acneica (se você tem muitas espinhas no rosto, pode lavá-lo com esse sabonete, 1 vez ao dia).
♥ Para lavar as mãos (é ótimo já que mata as bactérias com eficiência).


Perceberam que eles podem ser tanto vilões ou mocinhos? Tudo vai depender para qual finalidade vocês usam. E podem acreditar no que eu falei, porque isso eu aprendi na faculdade na aula de Bacteriologia com um professor mestre, aliás é um ótimo profissional. Ou seja, nada saiu da minha mente, isso já foi comprovado, tanto que se vocês perguntarem para um médico (principalmente os Pediatras) se é aconselhável tomar banho com esses sabonetes, provavelmente todos dirão que não.

Mas aí alguem fala: eu sempre tomei banho com ele e nunca tive problema nenhum. Pode ser, porque cada organismo é diferente. Vai depender da imunidade da pessoa, dos ambientes que ela frequenta, dos fatores no qual ela fica exposta etc. Mas o melhor é não arriscar né gente? ainda mais quando a gente pode acabar pagando com a saúde.


Eu gosto muito do Protex, principalmente o de Erva - doce para lavar os pincéis (inclusive eu ensinei no vídeo desse post), os pincéis ficam com um cheirinho muito bom, e o melhor... longe de bactérias!


Espero que tenham gostado do post. Acho legal quando a gente consegue passar um conhecimento para alguem. É como se a gente cumprisse a nossa parte. Ainda mais quando o assunto é saúde!

Um ótimo feriado para vocês!

You Might Also Like

6 Comentários

  1. Já é a segunda vez que ouço falar desse sabonete hoje! :)

    ResponderExcluir
  2. Nossa, a minha irmã de 3 anos toma banho com sabonete anti-bácteriano todo santo dia... Deve ser por isso que ela sempre está doente... Vou falar pra minha mãe, muito boa essa informação. Beijos

    sos-mm.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. oi flor estou sortiando um lindo necessaire + 1 colar laço lindo no blog http://kingo.to/S92 Participe também”

    ResponderExcluir
  4. Uso o protex de aveia a dois anos, pois tomo imunosupressores, e acho que se não usar esse sabonete tããão cheiroso, nem me sinto limpa :P

    ResponderExcluir
  5. Oi Fernanda. Não sou um leitor usual do seu Blog, na verdade houve uma coincidência pois estava pesquisando sobre a eficácia dos géis anticépticos e achei sua postagem. Quero parabenizá-la por tratar do assunto e iluminar a mente de pessoas que não necessariamente deveriam conhecer do assunto.
    Sou mais incisivo na minha opinião sobre os tais sabonetes e não vejo neles 'meio' papel de 'mocinhos'. Na verdade acho que o Ministério da Saúde deveria advertir os consumidores sobre os problemas desse produto.
    Na sua matéria há um pequeno erro. Não é que sejamos imunes a esses organismos da microbiota autóctone, o caso é que, na concentração natural em que se apresentam, não mostram virulência. Os sabonetes citados desequilibram o microecossistema e abrem espaço para novos competidores, ou mesmo alguns já existentes, mas numa concentração inofenciva, principalmente nas genitálias e na área do rosto.
    Minha dica é: para limpar objetos caseiros e partes do corpo, busque produtos certos, p.ex., álcool etílico ou iodado, água oxigenada, etc., depende da situação. Muitas vezes, água e sabão comum já são mais que suficientes.
    Obrigado pelo espaço. Abs, Leo.

    ResponderExcluir

TRANSLATE/TRADUTOR

LEITORES ONLINE

Formulário de contato